conheça-mais-sobre-bombas-submersas-e-suas-aplicações

Componente industrial para bomba submersa: quais vantagens considerar na hora da compra?

Quando é preciso estabelecer um alto fluxo de um determinado fluido, para transportá-lo até a superfície, ou até mesmo levá-lo até algum reservatório, é necessário fazer o uso da bomba submersa d’água.

Muitas das vezes, esse fluido se encontra guardado em valas e até mesmo reservatórios de difícil acesso, tornando mais crítica a saída da água. Sendo assim, faz-se necessário a instalação de uma bomba submersa.

Como sabemos, as bombas d’água submersas, são o equipamento ideal para garantir a eficiência no processo de drenagem.

Através de um mecanismo moderno e dinâmico, a bomba submersa, captará a água para fora do local onde se encontra.

Então, para saber mais sobre esse equipamento, a sua ação e quais os componentes que o compõem, continue lendo o texto e descubra todas as informações necessárias.

Aplicações da bomba submersa

Antes de adquiri-las, é preciso saber quais são as condições de acionamento da bomba que você necessita.

Em primeiro lugar, o que deve ser observado antes de qualquer coisa, é o líquido que será bombeado. Pois, substâncias que têm uma alta consistência, podem precisar de um tipo próprio de bomba para evitar danos na máquina.

Esse tipo de equipamento, na maioria das vezes, utiliza-se em caixas d’água, afluentes ou poços artesianos.

Além desses, outros meios de uso da bomba submersa, são:

  • Tanques de coleta;
  • Águas residuais químicas;
  • Sistemas de recirculação de fluidos;
  • Transferência de produtos químicos.

Funcionamento da bomba submersa

O mecanismo eficaz das bombas submersas, é composto por algumas propriedades que são vitais para o seu uso. Um exemplo desse aspecto é o motor elétrico trifásico, totalmente fechado e blindado. Diferente das bombas submersíveis, onde pode ter a opção de usar dois tipos de motores, o trifásico e o monofásico.

Sistema trifásico e monofásico

No sistema trifásico, a rede elétrica dispõe de quatro condutores, três deles são de fase, e o que sobra é um condutor neutro. As tensões de fase e linha desse sistema, podem variar entre 127/220V ou 220/380V, dependendo da concessionária de energia.

Oposto do sistema trifásico, o monofásico, usado geralmente em bombas submersíveis, a sua rede dispõe de dois condutores elétricos, sendo eles, um condutor de fase, e um condutor neutro, de forma que, a tensão elétrica desse sistema nas instalações, seja de 127V ou 220V, podendo variar de acordo com a concessionária da energia elétrica.

Na bomba submersa, o sistema trifásico oferece economia de energia, pois o seu consumo é baixo e não fere a ação da bomba d’água.

O difusor desse motor, é composto, quimicamente, por uma liga de alumínio fundido, e o seu propulsor é de aço cromado temperado. Contudo, essas características são vitais. Pois, garantem a duração da bomba, sem corromper a sua qualidade e a sua eficácia.

Por conta desses fatores, a bomba d’água passa a ter um baixo nível de ruídos, ofertando um ambiente seguro para os operadores ou moradores próximos dos locais em que a bomba d’água submersa fará as suas drenagens.

melhor-componente-para-bombas-submersas

Componente industrial para a bomba submersa

Para um bom funcionamento, com mais qualidade e segurança, é preciso que a bomba tenha bons componentes industriais que melhorem ainda mais a sua eficácia.

Uma dica de componentes que fazem o seu produto se tornar um diferencial no mercado, são as buchas D-GLIDE®.

O D-GLIDE®, é um material com o qual, pode-se fabricar itens de acordo com a necessidade de cada cliente. Ele é composto por resina e fibras sintéticas, e pode ser alterado com aditivos autolubrificantes, como o PTFE.

Esse produto, conta com propriedade de deslizamento que é resistente ao desgaste. Além disso, é livre de manutenção e pode ser aplicado tanto em ambiente secos, quanto em locais submersos, sem danificar o meio onde está atuando, tornando-se assim, o componente perfeito para as bombas submersas.

Vantagens que você precisa considerar no momento da compra

Antes de fazer a compra de qualquer componente, é de muita importância observar as vantagens que o mesmo tem para oferecer à sua indústria.

O D-GLIDE®, é um material moderno com o qual é possível fabricar buchas, anéis e placas autolubrificantes com alta resistência mecânica e eficiência.

Contudo, por ser um produto nacional, ele oferece um bom custo-benefício e prazos de fabricação menores – de 3 a 7 dias úteis – se comparados a produtos importados.

Além disso, suas vantagens se estendem em relação à manutenção, devido a sua facilidade na troca em comparação a itens metálicos e de bronze.

Possíveis aplicações da bucha D-GLIDE®

Além de estar presente nas bombas submersas, as buchas D-GLIDE®, encontram-se em outros segmentos industriais.

Por ser um material versátil, que pode ser feito de acordo com a necessidade de cada cliente, utiliza-se essa bucha em diversos locais além das bombas submersas, como por exemplo: indústria naval, indústria offshore e turbinas hidráulicas.

Características do material

  • Leve e opera a seco ou submerso;
  • Boa resistência ao desgaste, abrasão e corrosão;
  • Elástico, absorve choques e desalinhamentos;
  • D-GLIDE® com PTFE é isolante elétrico;
  • Não contém substâncias tóxicas, preservando o meio ambiente;
  • Opção eficaz aos materiais metálicos.

Portanto, todas as vantagens e atributos do material, são de muita importância e cada detalhe deve ser levado em conta no momento de realizar a compra do seu produto. Pois, são elas que farão total diferença na qualidade dos mesmos.

Folder D-Glide

Agora é com você!

Contudo, agora que você já sabe qual é o melhor componente industrial para compor a sua bomba submersa, as suas vantagens, características e aplicações, está na hora de tomar uma decisão pensando na melhor solução para a sua empresa.

Então, se você gostou desse conteúdo e deseja receber mais informações como essa, fique atento ao nosso blog que logo voltaremos com mais novidades!

Um abraço, e até a próxima!