mancal deslizante

Veja como evitar desgastes comuns no mancal deslizante

Ideal para suportar cargas e dar apoio para eixos e alojamentos, o mancal deslizante é utilizado em equipamentos de diferentes áreas industriais. Portanto, é essencial que o componente tenha resistência suficiente para atuar de maneira eficaz.

Mas com o tempo alguns problemas podem surgir e comprometer sua funcionalidade. Pensando nisso, queremos dar algumas dicas de como evitar danos e preservar o material.

Quer saber mais? Então continue a leitura e fique por dentro do assunto!

A funcionalidade dos mancais

De fato, os mancais são peças fundamentais para as máquinas industriais. Aliás, praticamente todos os equipamentos contam com este componente.

Desse modo, o objetivo de seu uso é manter os movimentos rotativos com baixo nível de atrito.

Portanto, os mancais são utilizados para dar apoio fixo para os eixos. Mas existem diferentes tipos deste item, como por exemplo:

  • Mancais de deslizamento;
  • Mancais de rolamento;
  • Mancais hidrodinâmicos.

Diferenças com o mancal de rolamento

No entanto, de uma maneira geral os mancais são compostos por uma estrutura fixa, que é chamada de base e conta com um furo por onde passa o eixo. Assim, o elemento consegue oferecer a sustentação adequada para que o eixo gire e continue em sua posição original sem causar nenhum dano ou dificuldade ao sistema.

Para suportar as diferentes cargas e aplicações, os mancais precisam de excelente resistência mecânica. Dessa forma, diferentes materiais são utilizados em sua fabricação para ter resultados resistentes e que gerem a proteção necessária para o alojamento.

Todavia, é comum que muitas pessoas ainda confundam o mancal deslizante com o de rolamento. Portanto, para que você entenda melhor, queremos destacar as principais diferenças entre os dois componentes.

Primeiramente, os dois modelos são diferentes em seus formatos. Os mancais de rolamento são fabricadas em rolos e os mancais de deslizamento não contam com elementos rolantes.

Desse modo, os mancais de rolamento contam com esferas, roletes, agulhas e anéis e são indicados para aplicações que precisam da união de velocidade e menor atrito.

No entanto, o mancal deslizante tem um suporte fixo, não possui esferas e tem uma montagem mais simples. Além disso, sua lubrificação é proporcionada por buchas autolubrificantes.

Mas se você quiser entender um pouco mais sobre as diferenças dos dois tipos de mancais, produzimos uma matéria que explica os detalhes de cada modelo. Clique aqui e tire todas as suas dúvidas!

Os diferentes tipos de mancal deslizante

Conforme citamos acima, existem diferentes tipos de mancais. Queremos falar um pouco mais sobre cada um deles.

Mas antes é importante explicar o que é mancal deslizante. Portanto, o componente possui em seu interior uma bucha, que direciona o eixo. Dessa maneira, o atrito é reduzido e o sistema de rotação ganha ainda mais eficiência.

Além disso, por ter maior área de contato e conformabilidade o item oferece boa capacidade de carga, resistência aos danos e pode atuar em diferentes temperaturas.

Entre os principais tipos do material estão:

Hidrodinâmico

Primeiramente, este é o mancal deslizante produzido com uma fina camada de óleo lubrificante. Assim, o item ajuda a reduzir atritos e se apresenta como uma alternativa ideal para altas velocidades e cargas mais elevadas.

Aerostático

Neste caso, o ar comprimido é utilizado no lugar de graxas e óleos. Desse modo, o modelo é conhecido por não gerar calor. Mas seus custos de fabricação e manutenção são mais elevados.

Hidrostático

Os mancais hidrostáticos contam com óleo injetado sob pressão. Portanto, sua aplicação normalmente é voltada para equipamentos que necessitam de alta precisão nos movimentos de rotação.

Magnético

Por fim, entre os tipos de mancal deslizante está o mancal magnético. Este modelo não utiliza lubrificantes, pois consegue manter sua funcionalidade por conta de suas forças magnéticas. No entanto, seu uso ainda é muito restrito no mercado.

Como evitar desgastes no mancal deslizante?

Agora que você já conhece a função e os diferentes tipos deste componente, chegou a hora de entender quais ações podem reduzir os riscos de danos.

Primeiramente, é importante citar que os principais defeitos podem ser motivados por seis fatores. São eles: abrasão, fadiga, atrito, contato, aderência e corrosão.

Mas para driblar estes problemas e evitar os desgastes, algumas ações merecem atenção. Conheça algumas delas a seguir!

Folder D-Glide

Lubrificação  

Primeiramente, para aumentar a durabilidade dos mancais é essencial manter a lubrificação adequada. Portanto, fique de olho nesta questão e invista em adicionais que possam assegurar que o componente esteja sempre lubrificado.

Para preservar a funcionalidade, é importante evitar que a umidade e as impurezas entrem na bucha.

Do mesmo modo, o ideal é realizar a limpeza correta do item, que inclui o uso de produtos específicos para dissolver o lubrificante e eliminar as sujeiras. Aliás, a higienização ajuda a eliminar os perigos de desgaste abrasivo.

Mas para descobrir qual o produto ideal para realizar a tarefa, a dica é consultar o manual do fabricante.

Aplicação adequada

Outro cuidado que deve ser priorizado para evitar desgaste no mancal deslizante é a análise de sua aplicação. Portanto, antes de comprar o componente, certifique-se de que ele vai atender a sua demanda sem causar danos.

Portanto, escolha um material que possa trabalhar na temperatura e nas condições do seu equipamento industrial. Para isso, analise suas camadas, resistência e possibilidade de atuação em diferentes ambientes, como secos e submersos.

Além disso, é fundamental que a sua máquina e o sistema de rotação também estejam em perfeito funcionamento. Pois um conjunto completo com alta performance proporciona resultados melhores.

Manutenção

Por fim, a dica é apostar em manutenção preventiva. Pois a ação ajuda a prevenir problemas e a garantir que o sistema tenha sua vida útil preservada. Assim, os eventuais defeitos podem ser identificados com antecedência e corrigidos antes que um dano maior apareça e cause até a parada da máquina.

A opção ideal para seus equipamentos

O D-GLIDE® produz buchas autolubrificantes para seus mancais, de acordo com as necessidades da sua indústria. Nosso material resistente é feito com resinas e fibras sintéticas e pode ser alterado com aditivos como o PTFE, que oferece muitas vantagens para o item.

Além disso, nosso produto, que tem excelente custo-benefício e pode substituir itens muito mais caros, tem propriedade de deslizamento resistente ao desgaste e pode ser aplicado tanto em ambientes secos quanto em locais submersos.

Acesse agora mesmo a página do D-GLIDE® e veja mais detalhes!